XXIII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 24/11/2019 à 28/11/2019
Local: Foz do Iguaçu - PR
ISSN: 2318-0358
Mais informações: https://eventos.abrh.org.br/xxiiisbrh/

VIABILIDADE DE CURVAS-CHAVE DE SEDIMENTOS EM SUSPENSÃO: ANÁLISE PARA O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Código

XXIII-SBRH0928

Autores

Viviane Rodrigues Dorneles, Samuel Beskow, MARIA CÂNDIDA MOITINHO NUNES

Tema

Modelagem Hidrossedimentológica

Resumo

A intensificação na utilização dos recursos hídricos e do solo gera impactos sobre o meio ambiente, especialmente associados a processos erosivos e suas consequências, tornando-se importante o conhecimento e a quantificação do transporte de sedimentos em suspensão em bacias hidrográficas. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a acurácia na estimativa do transporte de sedimentos em suspensão utilizando curvas-chave de sedimentos derivadas de séries históricas disponibilizadas pela Agência Nacional de Águas (ANA) para o Estado do Rio Grande do Sul. Os dados históricos de Concentração de Sedimentos em Suspensão (Css), combinados com os dados de vazão (Q), foram convertidos e resultaram na série de Descarga Sólida em Suspensão (Qss) para cada estação analisada. Posteriormente, os dados de Qss e Q foram ajustados à um modelo potencial. A partir da avaliação dos índices estatísticos do coeficiente de determinação, de Nash Sutcliffe e Erro Relativo Percentual médio, os resultados demostraram que o modelo potencial apresentou ajuste satisfatório para a grande maioria das séries. Desta forma, curvas-chave de sedimentos pode ser consideradas ferramentas promissoras para a aplicação no caso das estações analisadas neste estudo.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com