XXIII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 24/11/2019 à 28/11/2019
Local: Foz do Iguaçu - PR
ISSN: 2318-0358
Mais informações: https://eventos.abrh.org.br/xxiiisbrh/

SENSORIAMENTO REMOTO APLICADO AO ESTUDO DE ÁGUAS INTERIORES: MONITORAMENTO DE CLOROFILA-A EM UMA LAGOA SUBTROPICAL

Código

XXIII-SBRH0067

Autores

Cassia Brocca Caballero, Hugo Alexandre Soares Guedes, Rosiméri da Silva Fraga, Karen Gularte Peres Mendes, Alice César Fassoni de Andrade, Vitor Souza Martins

Tema

Sensoriamento remoto da água: perspectivas para a nova era de disponibilidade de informação

Resumo

O monitoramento da qualidade da água é uma atividade essencial para o controle ambiental dos recursos hídricos, sendo a eutrofização uma das principais ameaças às águas interiores. Neste contexto, o sensoriamento remoto tem se tornado uma alternativa ao monitoramento, devido à ampla faixa de imageamento e alta frequência de aquisição de dados. Assim, o objetivo deste trabalho foi modelar empiricamente a clorofila-a (Chl-a) combinando a reflectância de bandas de imagens do sensor MSI/Sentinel-2 com dados in situ na lagoa Mirim, RS, Brasil. Os dados de campo foram coletados em 15 pontos, concomitante com a passagem do satélite Sentinel-2. Os dados de reflectância das bandas do sensor MSI foram correlacionados com os dados de campo. A reflectância da banda B2 e a relação entre as bandas B3/B2, B8/B4, B4/B8 e B3/B8 apresentaram correlações significativas (p<0,05), sendo utilizadas para a geração do modelo empírico, com um coeficiente de correlação (R) igual a 0,80, permitindo a espacialização desse parâmetro. Verificou-se que existe uma maior concentração de Chl-a em regiões mais rasas da lagoa. Já em regiões em que há uma maior concentração de sólidos suspensos as concentrações de Chl-a foram baixas.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com