XIII SBRH - SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HÍDRICOS

Data: 28/11/1999 à 02/12/1999
Local: Belo Horizonte - MG

A UTILIZAÇÃO DO 99m Tc COMO UM TRAÇADOR ADSORVÍVEL PARA O ESTUDO DA DINÂMICA DE SEDIMENTOS FINOS EM SUSPENSÃO

Autores

Geraldo Godinho Pinto, Jefferson Vianna Bandeira, Cláudia Schayer Sabino, Edmundo Garcia Agudo

Resumo

A possibilidade de se utilizar o 99mTc em uma forma química reduzida para marcar sedimentos finos (silte e argila) foi estudada em laboratório e em condições de campo. Diferentes agentes redutores foram testados. A influência da quantidade de redutor e de diferentes concentrações foi investigada. Um método muito simples de marcação de sedimentos finos usando cloreto estanoso foi desenvolvido. Nesta técnica, o agente redutor é adicionado à solução de pertecniato eluida de um gerador de 99Mo/99mTc e misturada com o sedimento em suspensão a ser marcado. A redução e a cinética de adsorção são bastante rápidas. Após cinco minutos, 95% da adsorção é alcançada. Outros agentes redutores testados, como tiosulfato de sódio e cloridrato de hidroxilamina não foram capazes de reduzir o pertecniato a Tc(IV). A ligação do composto reduzido de Tc ao sedimento é bastante forte. Experimentos efetuados agitando o sedimento fino marcado com água mostraram uma transferência desprezível do Tc para a fase aquosa. Foi efetuado um estudo de campo para demonstração, em um rio, com vazão líquida de cerca de 74 m3/s, marcando sedimento fino com 246 mCi de 99mTc "in situ", de acordo com a metodologia desenvolvida em laboratório. Foi possível seguir a evolução da nuvem de sedimentos finos em suspensão por, no mínimo, 1,6 Km.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com