XIII SBRH - SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HÍDRICOS

Data: 28/11/1999 à 02/12/1999
Local: Belo Horizonte - MG

COMPARAÇÃO DE ALTERNATIVAS DE MEDIÇÃO E ESTIMATIVA DA RADIAÇÃO SOLAR COM ACTINÓGRAFOS E PIRANÔMETROS

Autores

Mário Quadro, Nelson L. Dias, Miriam Pittigliani

Resumo

Dados históricos de radiação solar medidos com actinógrafos em 4 estações meteorológicas do Paraná são comparados com séries de radiação solar medidas em estações meteorológicas automáticas instaladas nos mesmos pontos e equipadas com piranômetros à base de diodo de silício. Detectou-se uma tendência sistemática dos actinógrafos de subestimarem os valores de radiação solar quando esta é alta (maior do que cerca de 50 Wm-2 médios diários). A relação entre as medições de radiação solar no actinógrafo e no piranômetro é claramente não-linear, podendo ser ajustada por uma parábola do 2o grau. Analisou-se também a relação entre as medições de radiação solar com piranômetro e horas de brilho intenso de sol medidas com um heliógrafo. Aqui, o objetivo é que no futuro, quando as estações convencionais tiverem sido desativadas e as séries de medição com heliógrafo descontinuadas, seja possível estimar qualitativamente o tempo (se claro, parcialmente nublado ou totalmente nublado) a partir dos dados de radiação solar. Para isso utilizou-se a forma inversa da equação de Ångström-Prescott. Observou-se que seus parâmetros calculados por regressão linear são praticamente idênticos para as 4 estações analisadas. _x000D_ _x000D_

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com