XII SRHNE - SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE

Data: 21/10/2014 à 31/12/2014
Local: Natal - RN
ISSN: 2359-1900

ANALISE DAS SÉRIES DE VAZÕES NATURAIS DAS UHES DO RIO TELES PIRES UTILIZANDO MODELAGEM HIDROLÓGICA (PAP018404)

Código

PAP018404

Autores

SAULO AIRES DE SOUZA, ALEXANDRE ABDALLA ARAUJO, MARCIO TAVARES NOBREGA, FLÁVIO HADLER TRÖGER

Tema

Hidrologia e hidrogeologia

Resumo

Este trabalho apresenta uma análise das séries de vazões naturais definidas para as usinas hidrelétricas no rio Teles Pires. Nesse contexto, a série de vazões observadas na estação fluviométrica Cachoeirão é de fundamental importância para a definição das séries das usinas Colíder, Sinop, Teles Pires e São Manoel. Como esta estação possui dados de vazões a partir de 1976, a série vigente foi estendida de 1931 a 1975 com o modelo chuva-vazão CN-3S. Porém o período estendido destas séries apresenta características estatísticas diferentes do período observado, evidenciando comportamento mais oscilante e instável e incompatibilidade na estrutura de autocorrelação, com baixos valores de correlação lag 1 e valores negativos nos meses de janeiro e fevereiro. As análises realizadas dentro de uma abordagem multi-objetiva apontaram a necessidade de revisão das séries naturais das usinas, com base em uma nova solução proposta para extensão da série de vazões da estação Cachoeirão, através do uso do modelo chuva-vazão IPH-II, tendo como função objetivo o Erro Médio Absoluto Relativo (MAPE). A adoção das séries propostas representa um ganho em relação às séries vigentes, por apresentar uma maior adequação de diversas características estatísticas das vazões estimadas além contemplar critérios específicos relacionados à estrutura de autocorrelação.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com