XIII ENAU - Encontro Nacional de Águas Urbanas e III SRRU - Simpósio de Revitalização de Rios Urbanos

Data: 19/10/2020 à 22/10/2020
Local: virtual
ISSN: 2359-1897
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xiiienau-iiisrru

Análise da qualidade da água pela CME na bacia do Riacho Fundo - DF

Autores

Daniela Junqueira Carvalho, David Lincoln Oliveira da Silva, Maria Elisa Leite Costa, Sérgio Koide

Tema

ENAU - 03 - Poluentes em águas urbanas: fontes, acumulação, carreamento e impactos

Resumo

O monitoramento de eventos de cheia para o levantamento das cargas de poluição difusa em bacias urbanas é imprescindível ao planejamento e gestão no que envolve o controle da poluição e preservação dos corpos hídricos receptores. O objetivo deste trabalho foi estudar as concentrações de poluentes carreada pelo Riacho Fundo, curso d?água de uma bacia altamente urbanizada que é a principal contribuinte de sedimentos e nutrientes para o Lago Paranoá no Distrito Federal. Para tanto, foi utilizada a Concentração Média no Evento (CME), medida que possibilita comparações entre eventos de diferentes características e entre diferentes localidades, para analisar a qualidade da água próximo ao exutório, local da estação de monitoramento. As CMEs de sólidos e DQO encontradas foram altas, superiores às do escoamento superficial que ocorre em áreas com ocupação exclusivamente urbana, enquanto as das formas de nitrogênio e fósforo foram mais baixas quando feita tal comparação. Apesar de existirem sistemas de coleta e tratamento de esgotos em quase todas as áreas urbanas da bacia, os resultados indicam que lançamentos de esgotos domésticos não tratados devem estar ocorrendo no Riacho Fundo, o que afeta suas concentrações de poluentes e a poluição difusa por ele transportada, com consequências para a sustentabilidade ambiental do Lago Paranoá.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com