XV SRHNE - SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE

Data: 22/11/2020 à 26/11/2020
Local: Caruaru
ISSN: 2359-1900
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xvsrhne/

AVALIAÇÃO HIDROLÓGICA EM AÇUDES NÃO MONITORADOS: O CASO DO AÇUDE MARCELA - SE

Autores

BRUNO COLLISCHONN, CRISTIANO EGNALDO ZINATO

Tema

07 - Monitoramento e modelagem hidrometeorológica

Resumo

O gerenciamento dos recursos hídricos em reservatórios exige a estimativa do respectivo potencial de regularização. Realizar essa estimativa de forma minimamente confiável na maioria dos pequenos açudes do nordeste brasileiro é um desafio, tendo em vista a ausência de monitoramento fluviométrico. Mesmo o monitoramento do histórico de níveis do açude, que poderia dar indicativos sobre a hidrologia da sua bacia, em muitos casos não está disponível. No estado de Sergipe, estes fatores são agravados ainda pela característica climática do estado, em que uma boa parte das bacias encontram-se na transição entre o semi-árido e o litoral nordestino, regiões que apresentam diferentes padrões de sazonalidade da precipitação. É o caso do Açude Marcela em Itabaiana-SE, que é o estudo de caso do presente artigo. Um fator de incerteza adicional é a real capacidade de armazenamento do açude. No presente artigo, tentou-se contornar essas limitações por meio de algumas medições in loco que permitam a estimativa da capacidade de armazenamento do açude e a aplicação de um modelo chuva-vazão simplificado. O resultado permitiu a estimativa de um valor de referência para o potencial de regularização do açude, dando alguma segurança para o tomador de decisão gerenciar os recursos hídricos do manancial.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com