XV SRHNE - SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE

Data: 22/11/2020 à 26/11/2020
Local: Caruaru
ISSN: 2359-1900
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xvsrhne/

ANÁLISE COMPARATIVA DA PERCEPÇÃO HIDROAMBIENTAL DOS MORADORES DE COMUNIDADE EM PARNAMIRIM/RECIFE-PE

Autores

Lysanne Souza de Moura, Marina de Paula Moura, Arivânia Bandeira Rodrigues, Jaime Joaquim da Silva Pereira Cabral

Tema

05 - Revitalização de bacias hidrográficas

Resumo

A população urbana que não se relaciona diretamente com o rio concebe um estado negação deles no espaço urbano, considerando-os como uma fonte de doenças e problemas de mobilidade em dias chuvosos, receptores resíduos e efluentes, devendo ser concretados ou ocultados. O êxito da revitalização de riachos urbanos é acompanhado pelo conhecimento dos problemas existentes pelos gestores públicos e população. Este artigo buscou analisar possíveis mudanças na percepção hidroambiental dos moradores do Conjunto Habitacional Lemos Torres em Recife-PE, próximo ao riacho Parnamirim, nos anos 2012 e 2020. Foram reaplicadas 7 perguntas, em 23 questionários semiestruturados de percepção ambiental. Em 2012, a maioria dos entrevistados considerava canal um curso d?água poluído e riacho limpo, para 22% canal e riacho era a mesma coisa, e apenas 1 entrevistado associou canais como riachos que sofreram canalização. Em 2020, 39% dos entrevistados não sabiam explicar o que é um canal e para 39% riacho é água corrente limpa. 88% dos entrevistados, em 2020, afirma que o riacho Parnamirim é um canal artificial. A percepção hidroambiental da comunidade sobre a função dos riachos urbanos permanece limitada, necessitando de práticas educativas continuadas, para facilitar a aceitação de novas abordagens no processo de revitalização dos riachos urbanos.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com