XIII ENAU - Encontro Nacional de Águas Urbanas e III SRRU - Simpósio de Revitalização de Rios Urbanos

Data: 19/10/2020 à 22/10/2020
Local: virtual
ISSN: 2359-1897
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xiiienau-iiisrru

ESTUDO PRELIMINAR PARA DETERMINAÇÃO DA FRAÇÃO DE ÁREA PERMEÁVEL PARA FINS DE CONTROLE DA VAZÃO DE PICO

Código

XIIIENAU-IIISSRU0021

Autores

Rayanne Lira Barros, Luis Henrique Nascimento Cavalcante, Mateus Felipe Marques de Oliveira, MARLLUS GUSTAVO FERREIRA PASSOS DAS NEVES

Tema

ENAU - 15 - Drenagem urbana e planejamento urbano

Resumo

O acelerado processo de urbanização unido à falta de planejamento urbano na maioria das cidades brasileiras tem gerado o acréscimo da área impermeável, refletindo diretamente na maior geração de escoamento superficial, promovendo um aumento nas vazões de pico. Destarte, este trabalho visa a determinação de uma taxa de área permeável mínima como alternativa à redução do escoamento superficial e consequente diminuição das vazões de pico em pequenas bacias na cidade de Maceió-AL. Para tanto, foi realizado um estudo na sub-bacia 3, segundo a divisão proposta por Barros (2013), da bacia do riacho do sapo, arbitrando 6 cenários de projeto, com tempos de retorno de 5, 10 e 25 anos, percentuais variáveis de área permeável e, portanto, diferentes valores associados ao fator número de curva (CN). Ademais, foram obtidas as vazões de pico associadas a cada cenário através da utilização do método do hidrograma unitário para os tempos de retorno supracitados. Analisando a relação entre os parâmetros ?área permeável?, ?CN? e as vazões de pico, obtivemos para um tempo de retorno de 5 anos um percentual de área permeável mínimo aceitável de 60%, valor de CN aceitável próximo a 78, sendo os demais tempos de retorno inconcebíveis pelo fator econômico.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com