XV SRHNE - SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE

Data: 22/11/2020 à 26/11/2020
Local: Caruaru
ISSN: 2359-1900
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xvsrhne/

Análise comparativa de dados de chuvas intensas em relação às equações IDF na cidade de Maceió - Alagoas

Autores

Adriana Torres Medeiros, Vladimir Caramori Borges de Souza, MARLLUS GUSTAVO FERREIRA PASSOS DAS NEVES

Tema

03 - Manejo de águas urbanas

Resumo

As equações IDF são comumente usadas para estimar a precipitação de projeto no dimensionamento de obras hidráulicas. Assim, o objetivo desse estudo é analisar as curvas IDF disponíveis em Maceió ? AL, comparando com resultados obtidos a partir de ajustes a dados pluviométricos. Para isso, foram utilizados os dados de chuva subdiários para a obtenção de coeficientes para desagregar as chuvas diárias pelo método das relações de diferentes durações. Já, os dados diários, foram desenvolvidas três curvas ajustadas pela distribuição GEV, verificadas com o nível de significância de 5%, pelo teste de aderência Filliben. Concluiu-se que o uso de coeficientes de desagregação médios, obtidos em regiões diferentes, pode gerar grandes diferenças, para mais ou para menos, na análise das chuvas intensas a partir das curvas IDF (nesse estudo, até 44% menores em relação aos coeficientes de CETESB, 1986; até 14% maiores em relação ao trabalho de Pfafstetter, 1957; até 22% maiores em relação a Denardin e Freitas, 1982). Foram avaliados tempos de retorno de 2 a 10 anos, indicando a necessidade da revisão das curvas IDF existentes, sobretudo para os tempos de retorno utilizados para microdrenagem e considerando a ampliação de estudos de regionalização de coeficientes de desagregação.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com