XV SRHNE - SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE

Data: 22/11/2020 à 26/11/2020
Local: Caruaru
ISSN: 2359-1900
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xvsrhne/

ADAPTAÇÃO DO MÉTODO DE PALMER (PDSI) PARA A REGIÃO SEMIÁRIDA PERNAMBUCANA

Autores

Giovana Bueno Alves, Ana Alice Peregrino Pinto, José Roberto Gonçalves de Azevedo

Tema

01 - Hidrologia do Semiárido

Resumo

A seca é um fenômeno natural que gera prejuízos em vários países e para o qual é difícil encontrar uma definição que abranja sua complexidade, embora existam diversos conceitos oficiais. Como diversos fatores afetam a severidade de uma seca, ela pode ser analisada sob diferentes perspectivas disciplinares, incorporando fatores físicos, biológicos, socioeconômicos, dentre outros. O Índice de Severidade da Seca de Palmer (PDSI) é um dos métodos de avaliação da severidade da seca mais conhecido, desenvolvido nos Estados Unidos, e foi adaptado para realização do presente estudo, no qual foram utilizados 38 postos pluviométricos localizados na Bacia do Brígida, no estado de Pernambuco. O método de Hargreaves & Christiansen foi escolhido para cálculo da evapotranspiração, e foi feita uma reavaliação dos valores dos índices de classificação das secas do método original. Comparando os resultados do método original e da adaptação, a severidade da seca se manteve proporcional entre ambos, porém sua duração teve resultados opostos. Para o método original, a tendência é de que a duração aumente, já para a adaptação a tendência é de que diminua. Pode-se observar comportamento similar entre os períodos de secas resultantes de cada método.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com