XIII ENREHSE - Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe (Virtual)

Data: 22/03/2021 à 25/03/2021
Local: Aracaju-SE
Mais informações: http://www.abrhidro.org.br/xiiienrehse

USO DA ESPECTROMETRIA DE MASSA DE RAZÃO ISOTÓPICA DE CARBONO (GC/?13C/IRMS) PARA AVALIAR FONTES DE n-ALCANOS SEDIMENTARES DO SISTEMA ESTUARINO SERGIPE-POXIM

Código

XIII-ENREHSE0073

Autores

MICHEL RUBENS DOS REIS SOUZA, Marcelo da Rosa Alexandre, Laiane Oliveira do Carmo, Ewerton Santos, Jaiane Santos Suzarte

Tema

Ambientes Costeiros

Resumo

A análise de n-alcanos lineares pode ser utilizada como impressão digital química de possíveis derramamentos de óleo em ambientes aquáticos. Portanto, o objetivo deste trabalho foi analisar estes compostos em sedimentos coletados no sistema estuarino Sergipe-Poxim com o intuito de indicar possíveis fontes de matéria orgânica (MO) para identificar se há contaminação por petróleo no sistema estuarino Sergipe-Poxim. Sendo assim, os resultados quantitativos apresentaram baixas concentrações (< 50 µg g-1) dos n-alcanos lineares, o que pode representar aporte biogênico. Os perfis cromatográficos apresentaram o C29 como o principal carbono, o que traz uma possível influência de fontes a partir de plantas. Os índices preferenciais de carbono (IPC > 1) e razão ?n-alcanos/n-C16 < 30, indicaram fontes biogênicas, enquanto que a razão terrestre/aquática (RTA) > 1 apresentou fontes de matéria orgânica terrígenas. No entanto, a razão pristano/fitano < 1 indicou origem petrogênica da MO. Sendo assim, a espectrometria de massa de razão isotópica de carbono (GC/?13C/IRMS) apresentou dados mais exatos da variação de ?13C dos n-alcanos lineares entre -35,09? (n-C29) e -13,94? (n-C20), confirmando fontes de MO biogênicas na região; e identificando prioritariamente a contribuição de plantas C3, provenientes do manguezal da região de estudo.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com