XIII ENREHSE - Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe (Virtual)

Data: 22/03/2021 à 25/03/2021
Local: Aracaju-SE
Mais informações: http://www.abrhidro.org.br/xiiienrehse

Tratamento de água por filtração lenta com meio filtrante composto de areia e resíduo sustentável de maravalha

Código

XIII-ENREHSE0025

Autores

Jaílson Luiz dos Santos Júnior, Lucas Avelino Reis dos Santos, Denise Conceição de Gois Santos Michelan, Anderson de Jesus Lima

Tema

Qualidade e Quantidade da Água

Resumo

A maior parte dos resíduos gerados na indústria da madeira é serragem e maravalha. No Brasil são geradas 620 mil toneladas de serragem/maravalha por ano, causando impactos ambientais. Assim utilizou-se as maravalhas de angelim e eucalipto como meio filtrante na filtração lenta, auxiliando no tratamento de água. Buscou-se avaliar e comparar a eficiência dos filtros lentos com maravalha de angelim, eucalipto com o filtro lento de areia convencional no tratamento de águas subterrâneas. Avaliou-se as características dos materiais para verificar se estavam de acordo com a literatura e também se a qualidade da água de estudo enquadrava-se nas recomendações da Portaria de Consolidação. Como resultado, constatou-se que a tecnologia avaliada apresentou eficiência na melhoria dos parâmetros da água de estudo. Por meio dos testes estatísticos ANOVA e Tukey, comprovou-se que o filtro lento convencional de areia, com 54,88% de remoção de cor e 54,30% com remoção de turbidez, e o filtro lento com maravalha de eucalipto, com 47,70% de remoção de cor e 53,13% com remoção de turbidez, obtiveram melhores desempenhos no tratamento, à medida que o filtro lento com maravalha de angelim vermelho, com 31,46% de remoção de cor e 25,97% com remoção de turbidez, obteve o pior desempenho.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com