XIII ENREHSE - Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe (Virtual)

Data: 22/03/2021 à 25/03/2021
Local: Aracaju-SE
Mais informações: http://www.abrhidro.org.br/xiiienrehse

FATORES QUE CONTRIBUEM PARA A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA ÁGUA DO RIACHO TIMBÓ, SÃO CRISTÓVÃO - SE

Código

XIII-ENREHSE0009

Autores

Weslei Almeida Santos, Igor Vieira Leite, ANDRÉ QUINTÃO DE ALMEIDA, SILVANIO SILVERIO LOPES DA COSTA, Carlos Alexandre Borges Garcia, Karina Ribeiro da Silva

Tema

Qualidade e Quantidade da Água

Resumo

As concentrações dos íons dissolvidos nas águas superficiais dependem das condições geológicas, dos fatores hidroclimáticos e geográficos locais. Neste contexto, o estudo objetivou avaliar as concentrações dos principais íons dissolvidos (Na+, K+, Ca2+, Mg2+, Cl- e SO42-), bem como reconhecer o mecanismo predominante de controle da composição da água do riacho Timbó, localizado na zona rural do município de São Cristóvão-SE. Foram realizadas quatro campanhas de amostragem no período de junho/2018 a agosto/2019 em três pontos de coleta. As amostras foram preservadas (?4ºC), filtradas em acetato de celulose (0,45 ?m) e analisadas por cromatografia iônica (Dionex ICS-3000). As concentrações médias dos íons analisados foram: Na+ (14,52 mg L-1), K+ (0,51 mg L-1), Ca2+ (2,67 mg L-1), Mg2+ (1,58 mg L-1), Cl- (15,38 mg L-1) e SO42- (2,29 mg L-1). Os resultados das análises revelaram que a maioria dos íons investigados sofrem influência das precipitações, aumentando suas concentrações no período em que foram registrados os maiores índices pluviométricos. O principal mecanismo que contribui para a composição química das águas do riacho Timbó, de acordo com o Diagrama de Gibbs, é a precipitação atmosférica, sendo responsável pela drenagem que carreou os principais constituintes para as águas do corpo hídrico estudado.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com