XXIII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 24/11/2019 à 28/11/2019
Local: Foz do Iguaçu - PR
ISSN: 2318-0358
Mais informações: https://eventos.abrh.org.br/xxiiisbrh/

ANÁLISE CLIMÁTICA DO VERANICO NO PERÍODO CHUVOSO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO EGITO - PE

Autores

Paulo Frassinete de Araújo Filho

Tema

02 - Hidrologia

Resumo

O semiárido pernambucano é caracterizado por um regime pluviométrico anual com um total precipitado baixo e bastante irregular. A agricultura praticada é predominante a de sequeiro, onde a produtividade está bastante correlacionada ao comportamento do período chuvoso. O veranico prolongado causa déficit hídrico na cultura e consequentemente a quebra da safra agrícola e diminui o escoamento superficial. O município de São José do Egito está localizado no semiárido de Pernambuco e foi escolhido o posto localizado na fazenda Muquém para realizar o estudo do veranico no município de São José do Egito, cuja média anual é de 515,7 mm. Foi determinado o período chuvoso que dura em média 151 dias, cuja precipitação é de 422,8 mm, 82,0 % da precipitação anual. Foi ajustada a distribuição Log-Normal para determinar o tempo de retorno. A maior duração do veranico ocorreu em 1959 e foi de 90 dias consecutivos sem chuva com tempo de retorno de 101,2 anos. A duração total do veranico dentro do período chuvoso foi classificada de pequeno, normal ou grande. Foram registrados 25 anos com veranico grande. O maior período de veranico grande ocorreu entre 1938 e 1960. Quanto à análise feita por veranico a última seca, 2012 a 2017, a duração máxima do veranico não foi muito grande, chegou à 46 dias em 2012 e 37 dias em 2015.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com