XXIII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 24/11/2019 à 28/11/2019
Local: Foz do Iguaçu - PR
ISSN: 2318-0358
Mais informações: https://eventos.abrh.org.br/xxiiisbrh/

ABORDAGENS METODOLÓGICAS PARA REVITALIZAÇÃO DE RIOS

Autores

Jucimara Andreza Rigotti, LUCIA HELENA RIBEIRO RODRIGUES

Tema

08 - Águas Urbanas

Resumo

O modelo de ocupação humana e utilização de recursos têm provocado mudanças profundas nos ecossistemas fluviais. A degradação do habitat é uma das maiores causas da diminuição da biodiversidade, que é alarmante nos ecossistemas aquáticos. Diante dessa situação, a Restauração Ecológica visa auxiliar o reestabelecimento de um ecossistema que foi degradado, danificado ou destruído. Todavia, no contexto das alterações biofísicas e limitações impostas aos cursos d'água urbanos, o termo Revitalização pode ser mais apropriado para descrever as intervenções que são realizadas. O objetivo deste trabalho é analisar três abordagens metodológicas utilizadas para revitalizar rios ? técnicas de restauração passiva, intervenções na bacia hidrográfica e intervenções nas calhas dos rios. O trabalho foi baseado na revisão de estudos de caso que empregaram essas abordagens e avaliaram a sua implementação em diferentes contextos. As técnicas de intervenção direta nas calhas dos rios são mais recorrentes nos projetos de revitalização, contudo, a reconstrução de parâmetros físicos não é suficiente para a recuperação do ecossistema. Já as técnicas aplicadas no âmbito da bacia hidrográfica mostraram resultado melhor em relação à recuperação dos processos ecológicos. A restauração passiva também é efetiva, porém o tempo envolvido pode ser um fator limitante para a sua aplicação.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com