XXIII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 24/11/2019 à 28/11/2019
Local: Foz do Iguaçu - PR
ISSN: 2318-0358
Mais informações: https://eventos.abrh.org.br/xxiiisbrh/

ANÁLISE COMPARATIVA DE PRODUTOS DE SENSORIAMENTO REMOTO E O MODELO MBG-IPH NO NORDESTE BRASILEIRO

Autores

PALOMA MARA DE LIMA FERREIRA, Victor Santos Galvão Baptista, Adriano Rolim da Paz

Tema

Sensoriamento remoto da água: perspectivas para a nova era de disponibilidade de informação

Resumo

O monitoramento e a previsão dos recursos hídricos sob as mudanças climáticas dependem de observações de sensoriamento remoto (SR) e de sistemas de modelagem hidrológica confiáveis. O SR oferece boa cobertura geográfica e detém a capacidade de fornecer a modelos hidrológicos (MH) grandes quantidades de dados distribuídos espacialmente. Neste sentido, este estudo apresenta uma análise espaço-temporal de dados de precipitação (TRMM), umidade do solo (SMOS) e evapotranspiração real - ETr (MODIS) comparando com dados simulados do MGB-IPH. A área analisada é a região do bioma brasileiro Caatinga e parte da bacia hidrográfica do rio Piancó. Os resultados mostram que a umidade do solo se concentra mais na região norte e nordeste da Caatinga coincidindo com a área de maior ocorrência de precipitações. As estimativas dos dados mensais obtidos por SR para a bacia hidrográfica do rio Piancó apresentaram relativamente boa correlação quando comparado às estimativas do MGB-IPH (Asc.SMOS = 0,71; Des.SMOS = 0,77 e ETr-MOD16 = 0,76). Verificou-se também que a precipitação (TRMM) possui relação direta com os dados da ETr (MOD16) e da umidade do solo (SMOS). Conclui-se que os dados estimados via SR quando comparados com os dados provenientes de simulação hidrológica do MGB-IPH apresentaram uma regularidade sazonal significativa.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com