XXIII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 24/11/2019 à 28/11/2019
Local: Foz do Iguaçu - PR
ISSN: 2318-0358
Mais informações: https://eventos.abrh.org.br/xxiiisbrh/

A HIDROLOGIA DA CABEÇA D'ÁGUA (1): OCORRÊNCIAS E OBSERVAÇÕES NO BRASIL

Código

XXIII-SBRH0391

Autores

Walter Collischonn, Masato Kobiyama

Tema

Desastres

Resumo

Cabeça d?água é o nome pelo qual se conhece, em grande parte do Brasil, eventos de cheia repentinos que ocorrem, tipicamente, em rios e córregos de grande declividade localizados ao longo de serras e montanhas. As cabeças d?água caracterizam-se por um aumento tão rápido do nível da água e da vazão que podem colocar em perigo de vida as pessoas que estão no leito do rio, como banhistas, escaladores e turistas. No presente trabalho apresentamos uma descrição do fenômeno físico, discutimos a terminologia relacionada, e apresentamos exemplos de ocorrência relatados na imprensa e na literatura científica. O levantamento de registros por meio do uso da internet mostra que cabeças d?água são frequentes no Brasil, e causam considerável perda de vidas humanas. Com base nas análises é possível concluir que cheias do tipo cabeça d?água ocorrem mais frequentemente em bacias pequenas, de grande declividade, com baixa profundidade inicial no rio antes da chegada da cheia, após eventos de chuva concentrada na parte alta da bacia. Entretanto, ainda há muitas lacunas no conhecimento sobre este tipo de fenômeno. Por este motivo, são sugeridas algumas iniciativas para aprofundar o conhecimento técnico e científico sobre este fenômeno e para mitigar seus impactos

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com