XIV SRHNE - SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE

Data: 20/11/2018 à 24/11/2018
Local: Maceió - AL
ISSN: 2359-1900
Mais informações: https://www.abrh.org.br/xivsrhne

AVALIAÇÃO DAS ESTIMATIVAS DO BALANÇO HÍDRICO GERADAS PELO MODELO SWAT NA BACIA DO RIO PIRAPAMA

Autores

Jussara Freire de Souza Viana1, Suzana Maria Gico Lima Montenegro, Bernardo Barbosa da Silva2, Richarde Marques da Silva, Wanderson dos Santos Sousa4

Tema

08. Hidrologia e hidrogeologia

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar as estimativas do balanço hídrico geradas pelo modelo SWAT para a bacia do Rio Pirapama, no Estado de Pernambuco tendo como referência as estimativas geradas por diferentes métodos de evapotranspiração (ETP), para o período de 2000 a 2006. Os métodos utilizados neste estudo foram: (a) Penmam-Monteith (PM), (b) Hargreaves (H), e (c) Priestley-Taylor (PT). Na análise do balanço hídrico com o método de PM, os resultados mostraram que no período seco a perda de água por evapotranspiração na bacia é superior à precipitação (de até 135%). As comparações entre os métodos mostraram que as estimativas obtidas por H e PT apresentaram valores similares aos de PM em relação às componentes de escoamento superficial, sub-superficial e produção de água. No entanto, geraram resultados discrepantes da ETP, onde H subestima e PT superestima os valores de evapotranspiração. As estimativas obtidas por PT se aproximaram mais dos valores estimados por PM. Considera-se que as três estimativas da ETP apresentadas pelo modelo SWAT representaram de forma satisfatória o balanço hídrico na bacia hidrográfica do rio Pirapama, visto a coerência entre a precipitação e as demais componentes do balanço hídrico.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com