XIV SRHNE - SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE

Data: 20/11/2018 à 24/11/2018
Local: Maceió - AL
ISSN: 2359-1900
Mais informações: https://www.abrh.org.br/xivsrhne

ANÁLISE FISIOGRÁFICA DA BACIA DO RIO DE JANEIRO, BA

Código

10352

Autores

Rodolfo Novais Nogueira, Luís Gustavo Henriques do Amaral, Edimar Souza Dias, Juremá Ariana Oliveira Silva

Tema

08. Hidrologia e hidrogeologia

Resumo

A bacia hidrográfica do rio de Janeiro localiza-se no extremo oeste do estado da Bahia e possui papel representativo em termos turísticos e econômicos na região. Motivada pela implantação de projetos de modernização da agricultura no estado, a expansão agropecuária mudou totalmente a forma de ocupação do solo, podendo causar alterações significativas no regime hídrico da bacia. O objetivo desse trabalho foi caracterizar o balanço hídrico da bacia do rio de Janeiro. Para tanto, foi realizada a caracterização fisiográfica da bacia, a análise e tratamento de dados de precipitação e vazão e, além disso, obteve-se as variáveis anuais do balanço hídrico para a região. A bacia possui uma forma alongada, o que a torna pouco susceptível a inundações, apresenta uma rede de drenagem de ordem quatro e uma densidade de drenagem pobre. O relevo apresenta uma variação altimétrica de 442 m com uma declividade variando de 0 a 98%. Observou-se que a vazão diminuiu 14,3% e a precipitação no mesmo período diminuiu 24,1%. Dessa forma, verifica-se que, apesar de não ocorrer de forma proporcional, a redução na vazão do rio de Janeiro está relacionada com a redução nos totais precipitados na bacia.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com