XII ENAU - ENCONTRO NACIONAL DE ÁGUAS URBANAS

Data: 20/11/2018 à 24/11/2018
Local: Maceió - AL
ISSN: 2359-1897
Mais informações: https://www.abrh.org.br/xivsrhne

GESTÃO E CONTROLE ATIVO DE PERDAS REAIS NO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA ? ESTUDO DE CASO NA UNIDADE DE NEGÓCIO METROPOLITANA LESTE, FORTALEZA / CE.

Código

10892

Autores

Rafael Medeiros do Carmo Cajazeiras, Maria Patricia Sales Castro, RAQUEL JUCÁ DE MORAES SALES, CAMILA SANTIAGO MARTINS BERNARDINI, JULIANA ALENCAR FIRMO DE ARAÚJO

Tema

15. Instrumentos de apoio à gestão de águas urbanas

Resumo

O desperdício de água nos sistemas de distribuição é motivo de grande preocupação para as companhias de saneamento. Essas perdas ocorrem em diversos pontos do sistema de distribuição, desde a captação até o consumidor final. Identificar essas perdas é essencial para que as companhias de saneamento possam melhorar seus índices, preservar os recursos naturais, manter rendimentos econômicos e proporcionar maior satisfação para os usuários. O presente estudo teve por objetivo identificar e descrever a metodologia utilizada pela Unidade de Negócio Metropolitana Leste (UN-MTL) no controle ativo de perdas reais em sua estrutura de abastecimento. O índice de perda na distribuição (IPD) anual da em 2016 foi 36,83%, enquanto em 2017 houve uma diminuição para 33,58% devido às ações de combate a perdas da UN-MTL. Porém, a perda real teve um leve aumento de 22,79% para 23,97% no mesmo período. Mesmo com as ações de combate as perdas reais, esse aumento ocorreu devido aos grandes vazamentos em redes e adutoras em obras de infra-estruturas. Com isso é possível afirmar que o controle ativo de perdas reais é viável para controlar as perdas no sistema de abastecimento de água.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com