I END - Encontro Nacional de Desastres da ABRH

Data: 25/07/2018 à 27/07/2018
Local: Porto Alegre-RS
Mais informações: https://www.abrh.org.br/iend

DELIMITAÇÃO DA ÁREA POTENCIALMENTE INUNDADA PELA CHEIA HISTÓRICA DE 1974 EM TUBARÃO, SC

Código

END128

Autores

Franciele Zanandrea, Franciele Maria Vanelli, Thiago de Gois Araújo Tavares, JOEL AVRUCH GOLDENFUM

Tema

1 - Previsão e mapeamento de inundações

Resumo

A fim de apoiar as decisões de planejamento urbano, o mapeamento de áreas suscetíveis a inundações pode ser uma ferramenta importante no gerenciamento de riscos. Normalmente, esse mapeamento é feito por meio de modelos complexos que exigem dados hidráulicos e hidrológicos detalhados, que podem ser inexistentes. Alternativamente, existem modelos, como o HAND, que a partir da descrição do terreno faz uma estimativa da extensão máxima de uma inundação . Assim, o presente estudo tem como objetivo estimar a área potencialmente inundada devido ao evento extremo ocorrido em 1974 na cidade de Tubarão, SC. Para isso, utilizou-se o modelo HAND, utilizando como dados de entrada o MDT de alta resolução espacial e o nível atingido pela cheia em um ponto central do município. A validação foi realizada por meio da comparação com pontos coletados em campo durante entrevistas com moradores do município em 1974. A mancha de inundação de 1974 possui uma área de aproximadamente 322 km², chegando a 45% do território de Tubarão. Dos 193 pontos pesquisados, 151 são consistentes com a mancha de inundação levantada, representando um acerto de aproximadamente 80%. A comparação mostrou uma pequena subestimação da área potencialmente inundada gerada pelo HAND. Apesar de suas limitações, verifica-se que o modelo HAND pode ser aplicado para a delimitação preliminar de áreas potencialmente inundadas por cheias históricas.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com