XXII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 26/11/2017 à 01/12/2017
Local: Florianópolis - SC
ISSN: 2318-0358
Mais informações: http://www.abrh.org.br/xxiisbrh

ANÁLISE DE AGRUPAMENTOS COMO FERRAMENTA DE AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE ÁGUA: ESTUDO DE CASO RIO ARRAIAL, NA REGIÃO USINA HIDRELÉTRICA (UHE) GUARICANA

Código

PAP022047

Autores

Leonardo Tourinho Carazzai, Nicole Machuca Brassac de Arruda

Tema

7 - Qualidade da água

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade da água do rio Arraial, na região da UHE Guaricana. Foram selecionadas três estações de monitoramento: montante e jusante do empreendimento (ambientes lóticos), e reservatório (ambiente intermediário). Os dados utilizados são pretéritos, oriundos do programa de monitoramento, desenvolvido pela COPEL. Coletas trimestrais ocorridas entre 2005 e 2016, totalizaram 44 observações por estação de monitoramento. Os dados de cada estação de amostragem foram divididos de acordo com a estação do ano em que foram coletados, sendo calculadas as medianas para cada uma das variáveis avaliadas. Com base nas medianas, a análise de agrupamentos hierárquicos revelou a formação de cinco grupos distintos. O grupo com maior similaridade entre os elementos foi o G1, onde agruparam-se coletas de inverno e verão, das estações lóticas de monitoramento. No grupo G2, reuniram-se somente as coletas da estação de reservatório. Nos grupos G3, G4 e G5, novamente as estações lóticas foram listadas, em coletas de primavera e outono. Desta forma, observa-se que os grupos de maior similaridade (G1 e G2) foram formados e separados entre si pela velocidade do fluxo da água. Já os demais grupos foram discriminados pela variável coliformes termotolerantes, que apresentou-se elevada, além da sazonalidade.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com