XXII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 26/11/2017 à 01/12/2017
Local: Florianópolis - SC
ISSN: 2318-0358
Mais informações: http://www.abrh.org.br/xxiisbrh

ANÁLISE DA SERIE TEMPORAL DAS CHEIAS DO RIO IGUACU

Código

PAP022176

Autores

Heinz Dieter Oskar August Fill

Tema

3 - Extremos hidrológicos

Resumo

Este trabalho avalia se as cheias do rio Iguaçu no estado do Paraná apresentam uma periodicidade plurianual e também analisa a estacionariedade das series de vazões máximas. Para a análise selecionaram-se as estacoes fluviométricas de União da Vitoria (AD = 24200 km2) e Salto Cataratas (AD = 67500 km2) por possuírem um período longo (87 anos) e ininterrupto de observações de boa qualidade. Além de uma análise heurística utilizaram-se os testes estatísticos de analise espectral para periodicidade e de Wilcoxon para estacionariedade. Conclui-se que as series de vazões máximas anuais não são estacionarias com mudança nas propriedades estatísticas na década de 1970. Também se verificou que as séries não apresentam periodicidades ocorrendo as cheias aleatoriamente ao longo dos anos.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com