XXII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 26/11/2017 à 01/12/2017
Local: Florianópolis - SC
ISSN: 2318-0358
Mais informações: http://www.abrh.org.br/xxiisbrh

ANÁLISE DA VARIABILIDADE DA CONDUTIVIDADE HIDRÁULICA EM AQUÍFERO ALUVIAL NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

Código

PAP022610

Autores

BARBARA BARBOSA TSUYUGUCHI, ARMANDO CÉSAR RODRIGUES BRAGA, João Dehon de Araújo Pontes Filho, MATEUS RODRIGUES DA COSTA, JANIRO COSTA RÊGO, Carlos de Oliveira Galvão

Tema

6 - Águas subterrâneas

Resumo

Este artigo apresenta uma abordagem de avaliação da não homogeneidade de aluviões característicos da região semiárida brasileira, ao determinar a condutividade hidráulica por meio de metodologia que leva em consideração a variabilidade litológica-estratigráfica e sua influência no fluxo em situações de diferentes níveis do lençol. A variação deste parâmetro ao longo do aquífero é também investigada através do seu zoneamento, estabelecido a partir da análise da topografia, geologia e distribuição dos poços de monitoramento. A estimativa, realizada através da modelagem numérica, faz uso de uma ferramenta de calibração automática. Os resultados obtidos para a condutividade hidráulica em um aquífero em Sumé, PB, variaram de 20,0 m/dia até 174,8 m/dia em todo o aquífero. Dentro de uma mesma zona, o maior intervalo de variação entre diferentes níveis do lençol foi de 45,2 a 155,70 m/dia. Esta dinâmica pode ser explicada pelas seguintes características do aquífero aluvial: a) pequenas dimensões, notadamente da espessura; b) alta variabilidade litológica; c) alta variação das diferenças de altura de nível do lençol em relação à espessura do aquífero.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com