XXII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 26/11/2017 à 01/12/2017
Local: Florianópolis - SC
ISSN: 2318-0358
Mais informações: http://www.abrh.org.br/xxiisbrh

ANÁLISE DA VARIABILIDADE DO COEFICIENTE DE MANNING NO RIO TAPAJÓS

Código

PAP022386

Autores

Pedro Guilherme de Lara

Tema

9 - Hidráulica e hidrodinâmica

Resumo

A investigação conceitual e quantitativa dos processos hidrodinâmicos nos rios é necessário para o entendimento das complexas interações entre os rios de diferentes ordens, tais como Solimões-Amazonas e Tapajós. Nesse contexto, o monitoramento de dados fluviométricos, o levantamento de informações topobatimétricas georreferenciadas e o emprego de modelagem numérica constituem um bom caminho para buscar melhor entendimento sobre os processos hidrodinâmicos. O presente trabalho desenvolveu uma análise de dados fluviométricos com apoio de modelagem numérica hidráulica do rio Tapajós, na tentativa de melhor caracterizar o seu regime fluviométrico e quantificar a influência do rio Amazonas sobre o trecho do baixo Tapajós. Constatou-se a ocorrência de uma distribuição de frequências bimodal do nível d'água na estação fluviométrica de Itaituba, indicando efeito de remanso do rio Amazonas sobre o rio Tapajós. A calibração e a validação do modelo numérico possibilitou a representação do fenômeno de remanso, bem como permitiu estudar a variação do coeficiente de Manning em função da vazão e do nível d'água. A variação do coeficiente de Manning mostrou uma relação inversa com a vazão, não sofrendo alterações devido ao remanso formado pelo rio Amazonas.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com