XXV SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 19/11/2023 à 24/11/2023
Local: Centro de Convenções AM Malls - Sergipe
Mais informações: http://www.abrhidro.org.br/xxvsbrh

AERONAVENAVES REMOTAMENTE PILOTADAS (RPA) E FLUXO ÓPTICO APLICADOS NA MEDIÇÃO DE VELOCIDADES DO RIO CELESTE-MT, BRASIL

Código

XXV-SBRH0317

Autores

rhavel salviano, Célio Jacinto da SIlva, Charles Campoe Martim, Jones Aparecido Gerboni, Adilson Pacheco de Souza, FREDERICO TERRA DE ALMEIDA

Tema

STE26 - Sensoriamento remoto da água: avanços técnicos-científicos e aplicações na nova era de disponibilidade de informação

Resumo

Devido as vastas lavouras e complexos hidroelétricos, bacia do rio Teles Pires se destaca por sua produção agrícola e energética. Por mais que esta conjuntura impulsione o desenvolvimento econômico, ela acaba por exercer forte pressão ao meio ambiente. Mesmo a região possuindo boa disponibilidade hídrica é necessário o monitoramento constante para garantir a avaliação da permanência deste recurso. A vazão é um parâmetro essencial para medir a condição dos rios, sendo necessário saber a relação entre a área e a velocidade, em que a aquisição da velocidade requer mão de obra especializada e equipamentos específicos. A utilização de aeronave remotamente pilotada (RPA), popularmente chamados de ?DRONES?, em conjunto com algoritmos de fluxos ópticos pode facilitar a mensuração da velocidade nos corpos hídricos. Este estudo aplicou o método Velocimetria por Imagem de Partículas (PIV) para estimar a velocidade superficial da água, para o rio Celeste, uma sub-bacia do rio Teles Pires, e avaliou os resultados obtidos por dois sensores, comparando-os a medidas realizadas por um ADCP. A metodologia se mostrou promissora com os erros variando de 20 a 25%.

© 2024 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com