XVI SRHNe - Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste e 15º SILUSBA - Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa

Data: 06/11/2022 à 11/11/2022
Local: Caruaru - PE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xvisrhne

COMPARAÇÃO DE ÁREAS INUNDÁVEIS ESTIMADAS A PARTIR DOS NOVOS MODELOS DIGITAIS DE ELEVAÇÃO GLOBAIS NASADEM, COPDEM E FABDEM

Código

XVISRHNE0182

Autores

Rayanne Maria Galdino Silva, Sérgio Pereira dos Santos Sobrinho, Karolyne Aquino Alexandre Breckenfeld, Ana Alice Rodrigues Dantas Almeida, Adriano Rolim da Paz

Tema

9. Geoprocessamento e sensoriamento remoto aplicado a Recursos Hídricos

Resumo

Áreas inundáveis podem ser estimadas a partir do descritor do terreno HAND (Height Above Nearest Drainage) de forma simples e rápida com base no processamento de Modelos Digitais de Elevação (MDEs). Além do SRTM, o MDE global mais conhecido e utilizado, outros MDEs têm sido disponibilizados com possíveis melhoramentos, surgindo a necessidade de investigar e comparar com os produtos já conhecidos para o território brasileiro. Este trabalho avalia a influência das novas fontes de MDE NASADEM, COPDEM e FABDEM em relação ao MDE SRTM na estimativa de áreas inundáveis a partir do HAND, na bacia do rio Mamanguape, Paraíba. Foi realizado o processamento do HAND com limiares 2 e 5 m para estimativa das áreas inundáveis para cada MDE, e depois levantadas as diferenças nos quantitativos de áreas dos novos MDEs em relação ao SRTM. O NASADEM apresentou muita similaridade ao SRTM, já o FABDEM mostrou maiores diferenças, seguido pelo COPDEM. Como esses novos MDEs globais são propostos na literatura com inovações para melhor representação da topografia, as diferenças de áreas inundáveis possivelmente podem representar melhorias de estimativas em relação aos resultados do SRTM.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com