XVI SRHNe - Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste e 15º SILUSBA - Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa

Data: 06/11/2022 à 11/11/2022
Local: Caruaru - PE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xvisrhne

Aplicação do Índice de Poluição Integrado (IPI) em reservatórios do Semiárido Brasileiro (SAB)

Código

XVISRHNE0172

Autores

Laisa Daiana Alcântara Costa, Maria Aparecida Pereira Santos, John Elton de Brito Leite Cunha

Tema

1. Mudanças Climáticas e Águas Continentais e costeiras

Resumo

O Índice de Poluição Integrado (IPI) foi aplicado à onze reservatórios usados no abastecimento humano, pertencentes à Sub-bacia do rio Salgado, inseridos no Semiárido brasileiro, com o objetivo de analisar a qualidade de suas águas. Para tanto, utilizou-se doze parâmetros físico-químicos e biológicos, referentes ao período de 2015 a 2021, disponibilizados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos do Ceará, assim como foram obtidos os volumes disponíveis nos reservatórios e suas classificações tróficas (FUNCEME; COGERH, 2022). Empregou-se no cálculo do IPI a metodologia apresentada por Wang et al. (2008), considerando os padrões de qualidade para águas doces de classe 2 (BRASIL, 2005). Os resultados mostraram que todos os reservatórios estudados, com exceção apenas do Cachoeira, apresentaram indícios de degradação na qualidade das suas águas (IPI > 1), corroboraram com as classes tróficas da maioria dos mananciais estudados. O Lima Campos foi o corpo hídrico que exibiu o maior grau de deterioração, seguido do Junco e do Jenipapeiro II. Nesta região, a qualidade da água pode estar condicionada ao volume dos reservatórios e ao uso solo.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com