XVI SRHNe - Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste e 15º SILUSBA - Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa

Data: 06/11/2022 à 11/11/2022
Local: Caruaru - PE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xvisrhne

ANÁLISE DA VARIABILIDADE VEGETATIVA NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PAJEÚ

Código

XVISRHNE0112

Autores

Haylla Rebeka de Albuquerque Lins Leonardo, Francisco Marcelo de Alencar Maia, ANDERSON LUIZ RIBEIRO DE PAIVA, Leidjane Maria Maciel de Oliveira, SYLVANA MELO DOS SANTOS

Tema

9. Geoprocessamento e sensoriamento remoto aplicado a Recursos Hídricos

Resumo

Na última década, o conhecimento acerca dos índices de vegetação tem se destacado de forma significativa, em virtude de ser um dos mais relevantes indicadores para a análise da cobertura de vegetação em diferentes períodos utilizando técnicas de Sensoriamento Remoto. Este estudo objetivou avaliar a variabilidade temporal da vegetação na área da bacia hidrográfica do Rio Pajeú entre os anos de 2005 a 2021, a partir do processamento do Índice da Saúde da Vegetação (VHI), e do Índice de Abastecimento de Água da Vegetação Normalizado (NVSWI). Os índices foram processados a partir dos dados dos satélites MYD13A1 e MOD11A2, utilizando a plataforma do editor de códigos do Google Earth Engine. Os resultados evidenciaram que o VHI indicou períodos de seca extrema nos anos de 2005, 2007, 2012, 2013, e de 2015 a 2020, os anos de 2008, 2009 e 2011 apresentaram valores de VHI elevados, indicando uma melhor saúde vegetativa. Os resultados do NVSWI corroboraram com os evidenciados pelo VHI. Portanto, a aplicação dos índices foi eficaz na análise da variabilidade vegetativa da região, indicando a maior ocorrência de períodos de seca severa e extrema em detrimento à variabilidade pluviométrica evidenciada na área de estudo.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com