XVI SRHNe - Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste e 15º SILUSBA - Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa

Data: 06/11/2022 à 11/11/2022
Local: Caruaru - PE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xvisrhne

ANÁLISE DOS IMPACTOS DA TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO A PARTIR DO NDWI UTILIZANDO A PLATAFORMA GEE

Código

XVISRHNE0108

Autores

Cinthia Maria de Abreu Claudino, VICTOR HUGO RABELO COELHO, Vanine Elane Menezes de Farias, Ana Alice Rodrigues Dantas Almeida, BRENDA GOMES DE SOUSA

Tema

9. Geoprocessamento e sensoriamento remoto aplicado a Recursos Hídricos

Resumo

A bacia hidrográfica do Rio São Francisco tem sido foco de diversas discussões, especialmente devido seu potencial hídrico e múltiplos usos. Entre os séculos XIX e XX surgiram os primeiros esboços do atual Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF), que visa a transferência de suas águas para rios de estados afetados constantemente pela seca. Esse estudo busca, através da aplicação do índice NDWI, analisar os impactos causados pela transposição na concentração de água da região. Para isso foram utilizadas imagens dos satélites Landsat 5 e 8, na plataforma GEE, considerando período de 20 anos, antes e após o início das obras. A partir de 2014 houve um aumento na faixa de -0,3 a 0, que representam áreas de superfícies sem água ou com seca moderada. O início da obra de transposição e as condições pluviométricas do período afetaram a concentração de água da região, tornando áreas, antes úmidas, em secas ou sem presença de água. Ainda, identificou-se que as regiões mais úmidas se encontram a nordeste da bacia, enquanto as mais secas estão no centro-sul. O índice caracterizou bem as regiões com água, como as áreas da represa de Três Marias e do leito do rio principal.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com