XVI SRHNe - Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste e 15º SILUSBA - Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa

Data: 06/11/2022 à 11/11/2022
Local: Caruaru - PE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xvisrhne

CLASSIFICAÇÃO HIDROGEOQUÍMICA DA ÁGUA SUBTERRÂNEA DE POÇOS INSERIDOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIAUÍ, NORDESTE BRASILEIRO

Código

XVISRHNE0093

Autores

Joel Marques da Silva, Paulino Estevez Rocha, Douglas Cruz Santos, Erica Alves de Oliveira Santos, Wirna Stefane Santos de Campos, Adnivia Santos Costa Monteiro, Carlos Alexandre Borges Garcia, SILVANIO SILVERIO LOPES DA COSTA

Tema

5. Vulnerabilidade das Águas Subterrâneas

Resumo

Conhecer os fatores que controlam a composição química e como se relacionam com o ambiente geológico torna-se uma ferramenta poderosa na preservação e gestão dos recursos hídricos subterrâneos. Foram determinadas as concentrações de cátions e ânions por cromatografia iônica, em 12 amostras de água de poços tubulares em diferentes domínios hidrogeológicos localizados na Bacia Hidrográfica do Rio Piauí, na região sul do Estado de Sergipe. Segundo o diagrama de Piper observou-se as classes: Mista Cloretada (P1 e P10), Sódica Bicarbonatada (P9) e Sódica Cloretada (P2-P8; P11 e P12). Conforme a classificação de Stiff observou-se três grupos distintos de águas, o primeiro relacionado ao Domínio Cárstico com elevadas concentrações de sais dissolvidos, um segundo relacionado ao Domínio Sedimentar com pequenas concentrações e outro relacionado ao Domínio Fissural com valores pouco maiores que do domínio sedimentar. Os resultados sugerem o acompanhamento da evolução hidroquímica das águas subterrâneas da bacia hidrográfica do Rio Piauí, pois muitos pontos analisados já mostram concentrações elevadas, principalmente de cloretos, sódio e bicarbonatos.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com