XVI SRHNe - Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste e 15º SILUSBA - Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa

Data: 06/11/2022 à 11/11/2022
Local: Caruaru - PE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xvisrhne

ANÁLISE DE VAZÕES MÁXIMAS DO RIO CUBATÃO SUL PARA ESTIMATIVA DOS EFEITOS NA SALINIDADE DA BAÍA SUL DA ILHA DE SANTA CATARINA

Código

XVISRHNE0061

Autores

José Luiz Rocha Oliveira, LUIS HAMILTON POSPISSIL GARBOSSA

Tema

2. Gestão do território e da Oferta de água: efetividade de ações integradas para o desenvolvimento sustentável

Resumo

O trabalho teve como objetivo analisar diferentes distribuições de probabilidade e obter os períodos de retorno associadas aos eventos de vazões máximas do rio Cubatão Sul para estimativa dos efeitos na salinidade da baía sul da Ilha Santa Catarina. Foram utilizados os dados diários de vazão do período de 1988 a 2021 da estação fluviométrica ETA CASAN - Montante (código 84150100). As séries de vazões máximas anuais foram calculadas considerando o ano hidrológico. Com as séries de máximas anuais foram ajustados os parâmetros das distribuições de Gumbel, Log-Pearson III e Log-Normal. Os resultados foram comparados com a distribuição empírica. Para a determinação das vazões na foz da bacia foi utilizada a transposição de dados por meio da proporção de áreas. A distribuição de Gumbel foi a que apresentou melhor tendência na estimativa de vazões máximas. A vazões máximas dos tempos de retorno definidos (2, 5, 10, 20, 30, 40, 50, 100, 500 e 1000 anos) servirão para estimar as alterações de salinidade na região da foz e propor ações de manejo ou outros instrumentos mitigadores de danos, ou ainda futuramente subsidiar os seguros da safra para os produtores aquícolas.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com