XVI SRHNe - Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste e 15º SILUSBA - Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua Portuguesa

Data: 06/11/2022 à 11/11/2022
Local: Caruaru - PE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xvisrhne

ASPECTOS DA GESTÃO DO USO DAS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS NO MUNICÍPIO DE MOSSORÓ/RN

Código

XVISRHNE0035

Autores

Alanny Christiny Costa de Melo, Kaio Geovanne de Medeiros Dantas, Antomat Avelino de Macedo Filho

Tema

5. Vulnerabilidade das Águas Subterrâneas

Resumo

A gestão das águas subterrâneas é essencial para preservação e garantia de abastecimento futuro. Entretanto, estudos sobre o uso das águas dos aquíferos em regiões semiáridas são escassos. Este trabalho teve como objetivo principal avaliar o uso das águas subterrâneas no Município de Mossoró no Estado do Rio Grande do Norte (NE do Brasil). Foram analisados 315 poços, sendo 307 outorgados e 8 cadastrados como usos insignificantes. A partir desses dados foi possível obter a distribuição espacial desses poços, tanto na zona urbana quanto na zona rural. Nesse conjunto, foi observado que o maior consumo de água subterrânea ocorre na zona rural, ocasionado pela irrigação, explotando água do aquífero Jandaíra. De modo geral, a gestão das águas subterrâneas urbanas no Brasil e no mundo tem sido feita de forma corretiva e não preventiva, apesar desse ser um dos compromissos assumidos pelo Brasil na Agenda 2030 da ONU. Isto é decorrente, principalmente, pela falta de conhecimentos sobre essas águas a níveis apropriados para viabilizar a elaboração de planos e sua execução, conforme está prevista nas legislações de recursos hídricos. A falta da gestão das águas subterrâneas poderá, em um curto período de tempo, ocasionar o colapso no abastecimento de água.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com