I FluHidros - Simpósio Nacional de Mecânica dos Fluidos e Hidráulica

Data: 22/08/2022 à 24/08/2022
Local: Ouro Preto - MG
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/fluhidros

PERDAS HIDRÁULICAS NO SISTEMA DE ADUÇÃO DE USINAS AMAZÔNICAS

Código

I-FLUHIDROS0075

Autores

Thiago Modesto de Abreu, Dieimys Santos Ribeiro, EDSON DA COSTA BORTONI, Guilherme Sousa Bastos, CARLOS BARREIRA MARTINEZ

Tema

Mecânica dos Fluidos (Educação, Hidráulica e Mecânica dos Fluidos Ambiental)

Resumo

O Brasil ocupa a segunda colocação em termos de capacidade instalada hidrelétrica, somente atrás da China. Isso deve-se ao fato de que o país ter buscado, ao longo dos anos, a construção de grandes usinas hidrelétricas devido à disponibilidade de potenciais ao longo de seu território, incluindo a região Amazônica, onde se encontram instaladas duas das três maiores usinas do país, Belo Monte e Tucuruí e duas usinas com maior quantidade de unidades geradoras do mundo, cinquenta cada uma, Santo Antônio e Jirau, localizadas no Rio Madeira. Essa bacia hidrográfica possui grande diversidade geográfica, geológica, sedimentar e hidrológica, implicando em condicionantes operacionais diversas e fortemente impactantes, como interferências naturais causadas por obstruções em grades de tomadas d?água que recebem uma enorme quantidade de troncos, sedimentos e de diversos resíduos de floresta, obstruindo assim, as grades de tomadas d?água. Nesse sentido, esse trabalho propõe avaliar a perda de carga em circuitos de adução de UHE existentes e instaladas em cursos de água com baixas declividades, característicos da Bacia Amazônica, apresentar ações para mitigar o efeito desses fenômenos, elaboração de um estudo de otimização do despacho das unidades geradoras, a fim de maximizar o rendimento global da usina, dentre outros.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com