I FluHidros - Simpósio Nacional de Mecânica dos Fluidos e Hidráulica

Data: 22/08/2022 à 24/08/2022
Local: Ouro Preto - MG
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/fluhidros

Análise da Contribuição de Parques Fluviais para resiliência a Inundações: Estudo de Caso do Parque Fluvial do Médio Paraíba do Sul, Pinheiral/RJ

Código

I-FLUHIDROS0041

Autores

MAURO MEDEIROS DE CARVALHO JUNIOR, Mylenna Linares Merlo, MARCELO GOMES MIGUEZ

Tema

Obras hidráulicas (Modelagem física e numérica e Projeto)

Resumo

Os rios, historicamente, são a força motriz do crescimento das cidades. A cheia por sua vez é um processo natural, parte do ciclo da água no ambiente (MIGUEZ et al, 2016). Contudo os rios e a paisagem acumularam ao longo do tempo transformações advindas de ações antrópicas, que modificam a qualidade dos ambientes naturais e construídos (VERÓL,et al 2020). Nesse sentido, a Infraestrutura Verde-Azul (IVA) vem sendo amplamente utilizada pela literatura como uma alternativa resiliente para o tratamento das inundações (GUIMARÃES et al, 2018). Os parques fluviais, por sua vez, são uma das alternativas do sistema IVA, considerando sua multifuncionalidade. Este trabalho busca avaliar a Faixas Marginais de Proteção no trecho estudado, relacionando com a contribuição do Parque Fluvial do Médio Paraíba do Sul para a resiliência às inundações no em Pinheiral no Rio de Janeiro. As informações principais foram obtidas via INEA e Prefeitura local. Ainda, visando avaliar se a construção do Parque poderia auxiliar na minimização dos riscos à inundação, foi utilizado o estudo de modelagem de cheias para o rio Paraíba do Sul (ANA, 2011). Por fim, baseado no trabalho de Zhong et al (2020), a pesquisa propõe um quadro de análise qualitativa de resiliência às inundações.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com