XXIV SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 21/11/2021 à 26/11/2021
Local: BELO HORIZONTE - MG
ISSN: 2318-0358
Mais informações: http://www.abrhidro.org.br/xxivsbrh

ANÁLISE DA QUALIDADE DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS NA COMUNIDADE AGRÍCOLA NOVA ESPERANÇA, MANAUS- AM

Código

XXIV-SBRH0738

Autores

Nara Natiere Rocha Fernando, Luam da Conceição da Silva, ronilson.icmbio@gmail.com, Allan Almeida dos Reis, samara aquino maia, Frankilandio Teixeira Costa, Michelle Mendonça de Aguiar Oliveira, João Carlos de Queiroz Neto, João Carlos Ferreira Júnior, José Camilo Ramos de Souza, Ieda Hortêncio Batista, Carlossandro Carvalho de Albuquerque, Flavio Wachholz, Isaque dos Santos Sousa

Tema

SR01 - Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos

Resumo

A água é um bem natural limitado e essencial para todos os seres vivos. Também dotado de valor econômico para a humanidade e importante no seu desenvolvimento ao longo dos anos. A maioria das grandes vilas e aglomerações humanas surgiram próximas aos grandes cursos de água. este trabalho tem como objetivo analisar os parâmetros químicos (potencial hidrogeniônico (pH), Condutividade Elétrica (CE) e Sólidos Totais Dissolvidos (STD) indicadores da qualidade da água do igarapé Nova Esperança no trecho utilizado pela comunidade agrícola Nova Esperança, ManausAM. A comunidade agrícola Nova Esperança está localizada no bairro Jorge Teixeira, zona Leste da cidade de Manaus (Figura 1). Homônimo a comunidade, o igarapé Nova Esperança é um dos principais afluentes do alto curso da bacia hidrográfica do Mindú, curso d?água que atravessa a cidade no sentido NE-SO. A água no ponto 1 (a nascente) apresenta-se com o valor 7,9, mostrando que esse local do igarapé se apresenta com neutralidade. Avaliando a tabela nota-se que os dados, no decorrer dos pontos apresentaram-se com valores inconstantes. O local com maior acúmulo de sólidos totais dissolvidos é ponto 4 cuja quantidade é de 273 mg/L, o menor valor foi encontrado no ponto 02 com 15,7 mg/L. Em suma, os pontos 1 e 2 apresentaram melhor qualidade da água, pois sofrem menor influência antrópica, pois estão próximos da área de cabeceira, enquanto os pontos 3, 4 e 5 estão localizados no interior da comunidade, recebendo influência dos usos ali estabelecido, como a agricultura por irrigação e despejo de efluentes.

© 2022 - Todos os direitos reservados - Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com