XII SRHN - SIMPÓSIO DE RECURSOS HÍDRICOS DO NORDESTE

Data: 21/10/2014 à 31/12/2014
Local: Natal - RN
Mais informações:

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS SUPERFICIAIS DA BACIA DO RIO PARACATU EM FUNÇÃO DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO (PAP018383)

Autores

THAÍS BAÊTA COSTA BARBOSA, MARIA LUIZA ALVES GERALDO, GIOVANNA MOURA CALAZANS, SÍLVIA MARIA ALVES CÔRREA OLIVEIRA

Tema

Qualidade das águas e meio ambiente

Resumo

A qualidade da água de um rio pode variar de acordo com o clima, o relevo e as atividades antrópicas realizadas no local. Dessa forma, pode-se inferir que o uso e ocupação dos solos afetam diretamente a qualidade das águas. O monitoramento das águas superficiais permite a caracterização e análise de tendências em bacias hidrográficas, porém ele resulta em um grande número de variáveis que muitas vezes são subutilizados. Nesse trabalho foram analisados dados de monitoramento da bacia do rio Paracatu, que é um importante afluente do rio São Francisco. Foram calculados os percentuais de violação dos limites preconizados pela DN COPAM/CERH nº 01/08. Essas porcentagens foram analisadas em função do uso e ocupação do solo. Foram encontradas altas porcentagens de violações de sulfeto e de cianeto livre em locais com muitas indústrias, além de arsênio total em locais de mineração. A violação do limite de coliformes termotolerantes em todas as estações da bacia indicam a presença de esgoto doméstico. A estação de monitoramento mais impactada situa-se no município de João Pinheiro e a menos impactada no município de Paracatu.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com