XIII ENAU - Encontro Nacional de Águas Urbanas e III SRRU - Simpósio de Revitalização de Rios Urbanos

Data: 19/10/2020 à 22/10/2020
Local: virtual
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xiiienau-iiisrru

ESTRATÉGIAS DE GESTÃO DE RISCO HIDROLÓGICO EM ÁREAS URBANAS: UM ESTUDO DE CASO EM MILÃO

Autores

Franco Raimondi, Claudia Dresti, mariana lobo marchioni, Stefano Mambretti, Gianfranco Becciu

Tema

ENAU - 04 - Mitigação de impactos e recuperação de ambientes fluviais urbanos

Resumo

Inicialmente a força motora que permitiu o desenvolvimento de inteiras civilizações, os rios urbanos foram aos poucos relegados ao papel de coadjuvantes, perdendo as suas características naturais, com suas águas poluídas e vistos como fonte de transtornos e prejuízos. A mitigação do risco hidrológico frequentemente utiliza técnicas voltadas na resolução do problema e utiliza sistemas com alto custo de implantação e manutenção. Ainda que estas soluções tradicionais não podem ser de tudo descartadas, medidas de restauração dos rios também podem ter efeitos positivos na mitigação do risco hidrológico trazendo também uma série de outras vantagens ecológicas e de qualidade de água. E necessário que os rios retomem o papel de protagonismo em um cenário de requalificação urbana valorizando o território. Nesse trabalho é apresentado o caso do Rio Seveso, que atravessa a área urbana do município de Milão, na Itália, analisando duas estratégicas para a mitigação do risco hidráulico: reservatórios de detenção e uso de renaturalizacao de trechos na várzea. Se observa que a solução de renaturalizacao do leito do rio tem um efeito positivo na redução da área inundável além de trazer outras vantagens na sua aplicação.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com