XIV ENES 2020

Data: 09/11/2020 à 11/11/2020
Local: Campinas/SP
ISSN: 2359-2141
Mais informações: http://www.abrhidro.org.br/xivenes

Avaliação do Transporte de Sedimentos do Rio Jundiaí - Bacia do PCJ com o auxílio do software SEDIM 2.0

Autores

Stephanie Caroline Pereira Correa de Medeiros, ANDRE LUIS SOTERO SALUSTIANO MARTIM, Diniz Ferrarezi Neto, Luis Fernando Murillo Bermúdez

Tema

09 - MEDIÇÕES DO MOVIMENTO DE SEDIMENTOS: METODOLOGIAS E TÉCNICAS

Resumo

O transporte de sedimentos nos cursos d?água tem relação direta com a erosão, transporte e deposição de sedimentos em leitos de cursos d? água, fenômenos naturais que são intensificados pela interferência das atividades humanas. Essas ocorrências têm causado vários danos ambientais e econômicos. Dentre os aspectos relacionados podemos citar o assoreamento de reservatórios e rios; redução da qualidade da água para consumo e irrigação; mortandade de espécies aquáticas; impossibilidade de navegação, entre outros. Portanto, a determinação da quantificação de sedimentos é de extrema importância para estudos preliminares e também para a correta avaliação do impacto causado por esse processo natural. Considerando que o Rio Jundiaí, objeto deste estudo, quase não possui histórico de amostragens, objetiva-se neste projeto de pesquisa, a partir de dados de transporte de sedimentos coletados no Rio Jundiaí, Bacia do PCJ, utilizando técnicas convencionais de amostragem direta, abordar a problemática do transporte de sedimentos, de forma a avançar os estudos anteriores selecionando um conjunto de equações teóricas que melhor represente quantitativamente o Rio Jundiaí com o auxílio do ?software? SEDIM 2.0, apresentando resultados quantitativos do fenômeno do transporte de sedimentos nesta seção do Rio Jundiaí.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com