XIV ENES 2020

Data: 09/11/2020 à 11/11/2020
Local: Campinas/SP
ISSN: 2359-2141
Mais informações: http://www.abrhidro.org.br/xivenes

AVALIAÇÃO DE BARREIRAS FLUTUANTES NA RETENÇÃO DE SÓLIDOS SUSPENSOS - RESULTADOS PARCIAIS

Autores

Allan Cesar Pasqualini Levighini, RAFAEL DE OLIVEIRA TIEZZI

Tema

04 - CONTROLE DE SEDIMENTOS EM RIOS E RESERVATÓRIOS

Resumo

Por meio de uma abordagem simples e objetiva, este trabalho elucida o comportamento de mantas geotêxteis na retenção de sólidos em suspensão. Devido à crescente demanda por água tratada e uma considerável piora na qualidade da água disponível para captação, torna-se necessário aumentar a dosagem dos produtos químicos utilizados no tratamento d?água, influenciando não somente os custos como também as características dos rejeitos gerados no processo, pois a natureza e a quantidade do lodo dependem, entre outros fatores, da turbidez e da dosagem de produtos químicos coagulantes. O experimento foi desenvolvido utilizando-se um canal de acrílico onde foram posicionadas duas barreiras de mantas geotêxteis adequadamente espaçadas, sendo a água bruta da calha Parshall bombeada para o canal e após a passagem pelas barreiras voltando por gravidade para o canal e seguindo para tratamento. A vazão afluente foi mantida em 3,5 l/min e as mantas utilizadas possuíam gramatura de 170,0 e 420,0 g/m², respectivamente. Os resultados demonstram que quanto maior a turbidez média de entrada, menor a eficiência do sistema e que independente da turbidez média de entrada, a primeira barreira é mais eficiente, exceto para os valores mínimos de turbidez. A estimativa de redução da geração de lodo demonstrou ser maior para baixos valores de turbidez média.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com