XIV ENES 2020

Data: 09/11/2020 à 11/11/2020
Local: Campinas/SP
ISSN: 2359-2141
Mais informações: http://www.abrhidro.org.br/xivenes

AMPLIAÇÃO DA VIDA ÚTIL DA UHE ITAIPU DEVIDO À IMPLANTAÇÃO DA UHE PORTO PRIMAVERA

Autores

ANDERSON BRAGA MENDES

Tema

11 - MODELAGEM HIDROSSEDIMENTOLÓGICA

Resumo

A Usina Hidrelétrica de Itaipu possui 14.000 MW de potência instalada e conta com mais de 100 outros empreendimentos hidráulicos já construídos a montante, tanto no rio Paraná como em seus afluentes, sendo o mais próximo da Usina de Porto Primavera. É notório que este último aumentou sua vida útil, porém, estudos específicos sobre tal ampliação nunca haviam sido realizados. O objetivo deste estudo foi quantificar quantos anos adicionais a existência da barragem de Porto Primavera conferiu à estimativa de vida útil da Usina de Itaipu. Para tal cálculo, softwares de deposição de sedimentos em reservatórios foram utilizados para executar dois cenários diferentes: 1) levando-se em consideração a existência da barragem de Porto Primavera a montante de Itaipu desde 1999 e; 2) considerando a inxistência de Porto Primavera. Para conferir mais precisão aos resultados, a modelagem foi realizada sinérgica e anualmente, considerando os dados de saída das simulações de Porto Primavera como os de entrada para Itaipu. A mudança contínua da morfologia do leito no reservatório de Itaipu em cada etapa da modelagem também foi levada em consideração a fim de obter melhores resultados. Por fim, identificou-se que a barragem de Porto Primavera é responsável por aumentar a vida útil da UHEItaipu em 40 anos, elevando-a de 149 para 189 anos. Também foi possível notar que os depósitos de sedimentos no pé da barragem de Itaipu só serão observados com mais intensidade a partir de 40 anos após seu represamento (2022), acelerando-se a partir de então.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com