XIV ENES 2020

Data: 09/11/2020 à 11/11/2020
Local: Campinas/SP
ISSN: 2359-2141
Mais informações: http://www.abrhidro.org.br/xivenes

MONITORAMENTO E ANÁLISE DA SEDIMENTAÇÃO NO RESERVATÓRIO PASSAÚNA

Autores

Gabriela Massame Ono, Michael Mannich, Tobias Bleninger, Stephan Hilgert

Tema

04 - CONTROLE DE SEDIMENTOS EM RIOS E RESERVATÓRIOS

Resumo

O reservatório de Passaúna está localizado na região metropolitana de Curitiba e fornece água para 650.000 habitantes em média. No entanto, a perda de volume de armazenamento e a acumulação de nutrientes devido ao assoreamento ameaça o suprimento de água potável. A quantidade de entrada de sedimentos e a produção interna determina a taxa de sedimentação, que é um indicador importante para a gestão do reservatório. Para obter a taxa de sedimentação, assim como sua variação espacial e o conteúdo de nutrientes das partículas de decantação, foram instaladas cinco armadilhas de sedimentos em cinco locais do reservatório. O material capturado foi pesado e analisado quanto à massa total e fósforo total. As armadilhas de sedimentos colocadas no fundo do reservatório Passaúna obtiveram maiores taxas de sedimentação do que as armadilhas instaladas logo abaixo da superfície. Além disso, também foi observado que a taxa de sedimentação varia no espaço, com taxas mais altas de montante a jusante no reservatório. A taxa média ponderada de sedimentação foi de 28,81g/m²dia, ou 0,91 cm/ano. A vida útil resultante do reservatório estimada é 194 anos. A deposição de fósforo foi de 148.359 t/ano, mostrando uma variação espacial estreita da massa.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com