XXIII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 24/11/2019 à 28/11/2019
Local: Foz do Iguaçu - PR
Mais informações: https://eventos.abrh.org.br/xxiiisbrh/

ANÁLISE CORRELACIONAL ENTRE OS INDICADORES E A TARIFA MÉDIA PRATICADA EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA, NAS REGIÕES SUL E SUDESTE, COM SITUAÇÃO DE SUPERAVIT FINANCEIRO.

Autores

Alberto Guilherme de Oliveira Bezerra, MARCELO LIBANIO, Mara Lúcia Martins Lopes

Tema

01 - Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos

Resumo

A universalização do acesso aos serviços de água e esgoto é tida como um objetivo legítimo das políticas públicas, prevista na Lei nº 11.445/07, sobretudo quando observada a estimativa de economia gerada na saúde pública, na ordem de bilhões de reais. Para alcançar esta universalização, além da adoção de técnicas que sejam capazes de garantir o fornecimento adequado, faz-se necessário o conhecimento dos fatores intervenientes no processo operacional dos sistemas de abastecimento de água, para com isso definir a tarifa a ser implementada pelo seu operador. Este artigo trata da análise correlacional entre os indicadores, das empresas que operam os sistemas de abastecimento de água e coleta de esgoto, e a tarifa média praticada. Com dados obtidos a partir dos relatórios anuais do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), foi realizada uma verificação estatística afim de determinar quais os indicadores apresentavam maior impacto sobre a tarifa. Usando a análise de correlação é possível conhecer a direção de casualidade entre duas variáveis. Verificou-se uma maior ocorrência de correlações positivas, indicando de que os operadores, geralmente, estão mais propensos a repassar os custos para os consumidores, via tarifa, em detrimento de adotar uma abordagem mais operacionalmente otimizada.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com