XXIII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Data: 24/11/2019 à 28/11/2019
Local: Foz do Iguaçu - PR
ISSN: 2318-0358
Mais informações: https://eventos.abrh.org.br/xxiiisbrh/

Acerca do Período Crítico das Usinas Hidrelétricas Brasileiras

Autores

DANIEL HENRIQUE MARCO DETZEL, Luiz Renato Martini Filho, LEANDRO MARIO AVILA RANGEL, Marcelo Rodrigues Bessa, Klaus de Geus

Tema

O Presente e o Futuro da Hidreletricidade no Brasil

Resumo

O período crítico das usinas hidrelétricas brasileiras corresponde à mais severa estiagem observada no histórico de vazões. Associado a ele está a vazão firme, que se refere à vazão média regularizada por um reservatório durante o período crítico. O Setor Elétrico Brasileiro trabalha com um período único para todas as usinas em operação, o qual varia entre jun/49 e nov/56. Entretanto, considerando a grande diversidade hidrológica do país e as recentes estiagens observadas em boa parte do parque hidrelétrico, há de se esperar que eventuais alterações nos períodos críticos das usinas tenham ocorrido. Portanto, o objetivo deste artigo é avaliar essa questão para todas as 73 usinas com capacidade de regularização em operação atualmente. As vazões firmes associadas são analisadas por meio de índices de regularização. Os resultados indicam que somente cinco usinas têm seu período crítico coincidente com os valores praticados. A maioria das usinas estudadas (56%) tem período crítico ocorrendo na década atual. O caso mais drástico é o da usina de Sobradinho, cujo índice de regularização reduziu de 80%, na época de sua construção, para 47% na atual década.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com