XII ENREHSE - Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe

Data: 18/03/2019 à 22/03/2019
Local: São Cristóvão - SE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xiienrehse

Aplicação de gráfico termopluviométrico no método de Azevedo Neto para dimensionamento de reservatório de água pluvial.

Autores

Edinan do Nascimento dos Passos, Camilla Fernandes Ferro, Elisnan Alves dos Santos, ZACARIAS CAETANO VIEIRA

Tema

Água para Todos: Não Deixar Ninguém para Trás

Resumo

O reservatório é o item mais caro do sistema de captação de água pluvial, merecendo atenção no seu dimensionamento. Um dos métodos indicados pela NBR 15527 para dimensionalo é o de Azevedo Neto, que visa obter esse volume considerando três parâmetros: precipitação média anual, área de cobertura e número de meses com pouca chuva ou seco (T); sendo que a norma não especifica como determinar esse último parâmetro. Dessa forma, o artigo objetiva dimensionar um reservatório para uso de água pluvial nas microrregiões sergipanas, utilizando o método de Azevedo Neto e determinando os meses com pouca chuva ou seco, através dos gráficos termopluviométricos de cada região, e finalmente determinar a eficiência de cada volume. Os meses secos variaram de 2 (Sul e Grande Aracaju) até 6 (Centro Sul e Alto Sertão). Na simulação, a água pluvial foi capaz de atender totalmente a demanda estimada, ou seja, sem utilização de outra fonte, em 7 das 8 microrregiões. A única que não atendeu 100% da demanda foi o Alto Sertão, precisando de 6 m³ de água de outra fonte. A utilização dos gráficos termopluviométricos mostrou-se como uma opção para determinar o período de pouca chuva ou seco do Método de Azevedo Neto.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com