XII ENREHSE - Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe

Data: 18/03/2019 à 22/03/2019
Local: São Cristóvão - SE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xiienrehse

Salinização do reservatório Algodoeiro: Uma avaliação geoquímica usando o modelo de Hardie ? Eugster

Autores

Nívia Raquel Oliveira Alencar, Adnivia Santos Costa Monteiro, LUCAS CRUZ FONSECA, Lúcia Calumby Barretto de Macedo, José do Patrocínio Hora Alves

Tema

Água para Todos: Não Deixar Ninguém para Trás

Resumo

No presente estudo foram determinados os principais processos geoquímicos envolvidos na salinização do reservatório Algodoeiro, localizado no estado de Sergipe, Nordeste do Brasil. Foram usadas amostras de água de superfície coletadas nos períodos secos e chuvosos de 2013 e 2014. Em cada amostra foram determinados os seguintes parâmetros: pH, sólidos totais dissolvidos, sódio, potássio, cálcio, magnésio, cloreto, sulfato e bicarbonato. Os resultados mostram um corpo hídrico com elevada salinização. A composição iônica foi encontrada na seguinte ordem de abundância: Na+ > Mg2+ >> Ca2+ e Cl- >> HCO3- > SO42-. Através do modelo evolutivo de Hardie-Eugster foi possível constatar que as variações geoquímicas ocorridas durante as evaporações sucessivas estão associadas à precipitação inicial da calcita, seguida da precipitação do carbonato/bicarbonato de sódio e remoção do sulfato através da precipitação da gipsita. Dessa forma, a água do reservatório apresenta uma composição iônica atual, com concentrações elevadas de sódio, magnésio e cloreto e com menores concentrações de sulfato e bicarbonato, como consequência das evaporações sucessivas a que foi submetido.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com