XII ENREHSE - Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe

Data: 18/03/2019 à 22/03/2019
Local: São Cristóvão - SE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xiienrehse

Reúso Direto de Efluente Doméstico Tratado em Municípios do Estado de Sergipe

Autores

José Emílio de Jesus Júnior, Kathleen Tácila Santos

Tema

Água para Todos: Não Deixar Ninguém para Trás

Resumo

O efluente, quando devidamente tratado, pode auxiliar, dentre outras coisas, na assistência a outras demandas de uso de água. A premissa é, para tanto, reutilizar em áreas que exijam em demasia desse recurso, como a indústria e a irrigação. Neste sentido, o presente estudo objetivou relacionar a demanda de uso para os dois fins citados com a disponibilidade de efluentes domésticos em três municípios do estado de Sergipe, sendo eles Nossa Senhora do Socorro, Laranjeiras e Malhador. A caracterização dos dados foi feita a partir dos cálculos de vazão média de esgoto doméstico produzido, segundo Von Sperling (2005), a partir de uma população projetada em 2018, levando em consideração, além destes itens, as especificidades dos municípios e a relação com a fundamentação bibliográfica existente. Observou-se, então, que Nossa Senhora do Socorro poderia suprir, aproximadamente, 82 vezes mais do uso industrial, enquanto Laranjeiras chegaria a 22,45% para este. No entanto, Malhador apresentou um índice de 0,82%, tornando-se inviável pelo custo-benefício. Dada a proximidade dos municípios, pode-se haver o transporte de efluentes, o que possibilitaria o atendimento de 100% da demandas para os dois primeiros municípios e 8,4% para o segundo, tornando-o mais acessível para o reúso.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com