XII ENREHSE - Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe

Data: 18/03/2019 à 22/03/2019
Local: São Cristóvão - SE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xiienrehse

Análise da Qualidade das Águas Superficiais do Rio Subaúma-mirim, nas proximidades do distrito de Riacho da Guia-BA

Autores

Sillas Alves de Cristo, Mirna Marierse Nepomuceno Santos, Paulo Henrique Prado Stefano, Ivan Pastro Gomes, Thomaz Oliveira Teixeira

Tema

Água para Todos: Não Deixar Ninguém para Trás

Resumo

A ameaça de contaminação das águas superficiais do Rio Subaúma-mirim motivam uma avaliação hidrogeoquímica ao decorrer do corpo hídrico. A região de estudo corresponde aos municípios de Alagoinhas, Aramari e Inhambupe-BA, onde foram analisadas 6 amostras de águas superficiais ao longo do rio, com a primeira amostra sendo coletada próxima a nascente e a última a jusante do povoado de Riacho da Guia. Os parâmetros analisados foram pH, cor, turbidez, ferro (Fe), manganês (Mn), amônia (NH3-), nitrato (NO3-), nitrito (NO2-), sólidos totais dissolvidos (STD), dureza, sódio (Na), potássio (K), magnésio (Mg), cálcio (Ca) fósforo (P), fluoreto (F-), sulfato (SO4), cloreto (Cl-), oxigênio dissolvido (OD), bicarbonato (HCO3-) e carbonato (CO3-). Os resultados das análises demonstram uma alta contaminação antrópica, que quanto mais a jusante do rio, maiores são os valores dos contaminantes. Os elevados teores de ferro podem ser justificados devido ao ferro ocorrente na formação geológica Barreiras. O diagrama de classificação de águas para fins de irrigação demonstra que as águas do Rio Subaúma-mirim podem ser usadas sem maiores restrições.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com