XII ENREHSE - Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe

Data: 18/03/2019 à 22/03/2019
Local: São Cristóvão - SE
Mais informações: https://www.abrhidro.org.br/xiienrehse

Comparativo dos transientes hidráulicos em tubulação de aço e ferro fundido, quando à interrupção abrupta no sistema elétrico.

Autores

Keila giordany Sousa Santana, Abraão Martins do Nascimento, NAYARA BEZERRA CARVALHO, Paulo Eduardo Silva Martins

Tema

Água para Todos: Não Deixar Ninguém para Trás

Resumo

A falta de análise no dimensionamento e escolha imprecisa do tipo de material para tubulação de adutoras torna o sistema de abastecimento de água suscetível ao golpe de aríete. O estudo comparativo de modelos mais precisos para observação do desempenho das tubulações durante fenômenos transitórios, onde podem ocorrer sobrepressões e subpressões que provocam sérios danos ao sistema, destina-se ao aperfeiçoamento no seu dimensionamento. Desta forma, esse estudo tem o intuito de analisar e comparar a eficiência de condutos de aço galvanizado e ferro fundido, com diferentes espessuras, submetidos ao golpe de aríete quando à interrupção do sistema elétrico, causando falhas no bombeamento do fluido e não abastecimento da comunidade. Foram utilizados os dados da Adutora da Barragem Jaime Umbelino de Souza, situada no rio Poxim-Açú, às margens da BR-235, na região metropolitana de Aracaju, no estado de Sergipe. Com os resultados obtidos através da análise dos transientes hidráulicos, foi identificado que a tubulação em aço carbono é mais eficaz em comparativo com a tubulação em ferro fundido que geraria maiores danos ao sistema de adução de água.

Sistema de publicação de trabalhos técnico ABRhidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
Desenvolvido por Pierin.com